Capacitação para profissionais do esporte – 2ª Edição

2ª Edição da Capacitação para Profissionais do Esporte Educacional será realizado em novembro, em Campo Grande.

O curso será oferecido gratuitamente pelo Instituto Maná do Céu para os Povos em parceria com a Petrobras, e é um desdobramento do Premio Nacional de Esporte Educacional oferecido pela Petrobras por meio do Projeto Velozes do Amanhã, que foi considerado a segunda melhor tecnologia social do esporte educacional do país.

A primeira etapa desta segunda edição acontecerá nos dias 27 e 28 de novembro de 2015, das 08 às 17 horas, na Unigran de Campo Grande, na Rua Abrão Júlio Rahe, 325, Centro e será ministrado por Rodrigo Paiva, do Instituto Esporte Educação de São Paulo. Ele é professor de educação física, mestre em psicologia e doutorando em Ciências Sociais pela PUC de São Paulo.  Rodrigo abordará sobre os princípios e estratégias para o ensino do esporte educacional.

A segunda etapa ocorrerá nos dias 18 e 19 de novembro de 2015, no mesmo endereço e horário da primeira etapa e contará com a ministração do professor de educação física Celso Arantes, especialista em fisiologia do exercício e prescrição do exercício, e abordará o tema Iniciação e práticas pedagógicas do atletismo. E também com a ministração de Ana Lúcia da Silva Sena, pedagoga, especialista em educação e mestre em Ciências Sociais pela PUC de São Paulo.

O objetivo é disseminar a tecnologia social do Projeto Velozes do Amanhã e capacitar educadores e profissionais da área do esporte educacional para uma prática pedagógica libertária, que promova e desenvolva o protagonismo, a autonomia, o cooperativismo e a liderança dos participantes, por meio da metodologia do esporte educacional.

O público alvo esperado é professores, educadores e gestores do esporte educacional de Mato Grosso do Sul.

As inscrições são gratuitas e poderão ser realizadas pela internet no site: www.manadoceu.org.br

Serão selecionadas pessoas que preferencialmente trabalhem com esporte educacional, em instituições não governamentais, tanto do interior do estado quanto da capital, representantes de comunidades indígenas, negras e quilombolas e mulheres. Para isto, o currículo dos interessados será analisado.

Outras informações poderão ser adquiridas pelo telefone 3355-5555. As vagas são limitadas.

 

Alunos do “Zezão” no atletismo

O Polo 3 do projeto patrocinado pela Petrobras “Velozes do Amanhã”, realizado pelo  Instituto Maná do Céu para os Povos, localizado no bairro Oliveira III, onde são realizadas atividades de atletismo do projeto “Velozes do Amanhã”, patrocinado pela Petrobras, vem agradando a comunidade, principalmente crianças e adolescentes que não tinham opções de lazer na região. A maioria dos participantes estuda na Escola Municipal Prof. José de Souza, mais conhecido popularmente como “Zezão”,  dirigida pela diretora Maria Kátia Miranda da Silva. Muitos deles já se destacaram em várias modalidades no atletismo.
De acordo com Maria Kátia, o projeto vem ajudando muito os alunos da escola. “Sentimos a diferença no comportamento dos próprios alunos e melhorou muito com a chegada do projeto. Damos o suporte, espaço físico e a participação dos nossos alunos e o Instituto Maná do Céu, com projeto Velozes do Amanhã a parte pedagógica através do esporte. Aliás, o esporte é o caminhoPara o professor de Educação Física, Guilherme Dias Souza (23), que trabalha com as crianças há 1 ano, é extremamente importante o trabalho que vem sendo realizado no local. “Eu vejo muita evolução entre as crianças. No começo foi difícil, mas com o passar do tempo houve um crescimento e interesse grande, tanto no atletismo como também em sala de aula. O grupo hoje é bem ativo, e estamos sempre orientando o melhor para todos que aqui participam.
É gratificante trabalhar com eles. Vejo também que alguns pais já estão levando seus filhos para praticar o atletismo aqui, o que é de fundamental importância”. Já o professor Wanderson Padilha Pimenta (30), que está trabalhando desde  fevereiro no Polo 3, afirma que a integração é muito boa. Nas competições alguns dos meninos e meninas começam a se destacar e conseguem as primeiras colocações em diversas modalidades do atletismo. “Eu sempre trabalhei com crianças carentes, e vejo aqui no Oliveira III uma grande oportunidade de passar meu ensinamento de atletismo para elas.”.

ADOLESCENTES

polo3_site

Participantes Leonardo dos Santos e Otávio Henrique.

Leonardo dos Santos (14) e Otavio Henrique (15), ambos participantes do projeto Velozes do Amanhã, são da mesma opinião. Acreditam que com a chegada do projeto, muita coisa mudou. “Eu gosto muito daqui e três vezes por semana venho fazer atividades no campo”, disse Leonardo. Já Otávio, sonha mais alto. Ele na última competição ganhou quatro medalhas e disse que quer participar do Brasileiro e representar o “Velozes do Amanhã” em uma competição nacional. “Vou ser um grande campeão, pode anotar”.

 

Guardiões dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio – ODM/MS

O procurador da OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), Maná do Céu para os Povos, Ivan Lúcio Rodrigues disse na noite de ontem (1), na solenidade de entrega do título de Guardiões dos ODM (Objetivos de Desenvolvimento do Milênio) onde nossa instituição é âncora do núcleo ODM-MS, através do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), que se sentiu honrado em representar a sociedade civil organizada no evento, bem como fazer parte da instituição qualificada como âncora para receber subvenção do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade para execução das ações do núcleo ODM do Mato Grosso do Sul, por acreditar no programa das nações unidas para o desenvolvimento – PNUD.

“Só de pensar que antes de fundar o Instituto Maná do Céu para os Povos há 6 anos, nós queríamos era simplesmente ajudar algumas pessoas a se alimentar através de um sopão, que eu, minha família e amigos oferecíamos aos vulneráveis de um bairro da periferia na região do prosa aqui da cidade de Campo Grande aos sábados no horário do almoço.  Não imaginávamos na época que o nosso desejo de acabar com a fome e com a miséria de algumas pessoas,  tratava-se da meta 1  dentre as Oito do Milênio que foram estabelecidas pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 2000, com o apoio de 191 nações e que ficaram conhecidas como Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, afirmou o procurador.

O título foi entregue para pessoas que contribuíram para 8 metas do milênio durante a sua vida, que são: I) Acabar com a fome e a miséria; II) Oferecer educação básica de qualidade para todos; III) Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres; IV) Reduzir a mortalidade infantil; V) Melhorar a saúde das gestantes; VI) Combater a Aids, a malária e outras doenças; VII) Garantir qualidade de vida e respeito ao meio ambiente; VIII) Estabelecer parcerias para o desenvolvimento.

A solenidade contou com representantes do PNUD/ONU, da Secretaria Geral da Presidência da República, do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e demais autoridades civis, militares e eclesiásticas. Foram homenageados: Aparecida Gonçalves, Emmanuel Marinho, Jaceguara Dantas da Silva Passos, Nilton Braz Giraldelli, Maria de Lourdes Souza Cano, Ricardo Ferreira Nantes, Odilon de Oliveira, Sérgio Harfouche e Ueze Elias Zahran.

12 de junho, dia Mundial contra o Trabalho Infantil

O dia 12 de junho, dia Mundial contra o Trabalho Infantil, foi instituído pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em 2002, data da apresentação do primeiro relatório global sobre o trabalho infantil na Conferência Anual do Trabalho. Desde 2002, a OIT convoca a sociedade, os trabalhadores, os empregadores e os governos do mundo todo a se mobilizarem contra o trabalho infantil. Anualmente, para marcar a data, é proposto um tema sobre uma das formas de trabalho infantil e realiza-se uma campanha de sensibilização e mobilização da população em geral. No Brasil, o 12 de junho foi instituído como Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil pela Lei Nº 11.542/2007. As mobilizações e campanhas anuais são coordenadas pelo Fórum Nacional em parceria com os Fóruns Estaduais de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e suas entidades membros. Nesse 12 de junho de 2015, a campanha tem como tema “Não ao Trabalho Infantil e Sim à Educação de Qualidade” e como símbolo o cata-vento. O cata-vento de cinco pontas coloridas (azul, vermelha, verde, amarela e laranja) é o ícone da luta contra o trabalho infantil no Brasil e no mundo. Este símbolo tem um sentido lúdico e expressa a alegria que deve estar presente na vida das crianças e adolescentes. Representa ainda movimento, sinergia e a realização de ações permanentes para a prevenção e a erradicação do trabalho infantil.

Via: FNPTEI

Uma lição de vida e solidariedade

A aposentada Maria Leda Pereira de Souza, 62 anos que trabalhou por 23 anos na creche da Santa Casa de Campo Grande, é daquela mulher que luta e jamais perde a esperança para dias melhores. Com a guarda provisória dos quatro netos, ela orienta e mostra o caminho do bem para eles, já que como ela mesmo diz, “infelizmente”, sua filha, mãe das crianças quis seguir um outro caminho e hoje sofre com as consequências.

Dona Maria Leda colocou os netos Ruan (10), Raiane (8) e Richard (7) para participar do projeto patrocinado pela Petrobras e realizado pelo Instituto Maná do Céu, “Velozes do Amanhã”, no polo 2 – no bairro José Abrão e disse que foi uma das melhores coisas que fez. Hoje as crianças estão com um melhor comportamento e ficam esperando chegar os dias do projeto (segunda, quarta e sexta-feira) para participarem das práticas esportivas orientadas pelos professores da ong. Apenas a pequena Rafaela de 4 anos que ainda não participa devido a idade.

”Eu nasci em Paulista Nova, interior de São Paulo e logo vim para o Mato Grosso do Sul. Morei na roça e casei. Meu marido morreu em um acidente e após 7 anos tive um outro companheiro que no ano passado também faleceu. Tive seis filhos e três morreram devido uma doença degenerativa. A mãe das crianças seguiu um lado que sempre alertei, e sabendo disso, resolvi pedir a guarda provisória das crianças, justamente porque ela não estava ligando para elas. Hoje faço o papel de avó, avô, mãe e pai. Procuro estar presente na vida deles e mostro que a educação é o melhor caminho para as pessoas”, comenta Dona Maria Leda.

EDUCAÇÃO

Uma das questões que essa verdadeira guerreira faz questão de apontar, é que a educação desde o início, é o pilar principal para uma vida melhor. “Sem estudo não somos absolutamente nada. Eu faço o que posso para ajudar essas crianças, pois elas não têm culpa do que a mãe e o pai se transformaram. Em casa eu exijo muito delas, que elas façam as tarefas da escola, cumpram seus deveres e sejam educados com as pessoas. O projeto Velozes do Amanhã também tem uma grande contribuição para a transformação deles, pois lá eles ocupam a cabeça com boas coisas”.

Sendo maio, Mês das Mães”, dona Maria Leda disse que acha que não existe um momento especial para ser comemorado. Acredita que ser mãe, é algo de todos os dias e a responsabilidade cresce na medida em que as crianças crescem e se tornam adolescentes. “Mesmo com todas as dificuldades, eu procuro dar o melhor para elas. Levo ã igreja sempre nos sábados e também estou estabelecendo os horários em casa. Estou fazendo minha parte, de mãe e avó, e isso me deixa satisfeita e feliz”.

Natação – Saúde e acesso fácil ao esporte

Por movimentar praticamente todos os músculos e articulares do corpo, a prática da natação é considerada um dos melhores exercícios físicos existentes trazendo ótimos benefícios para o organismo e a saúde, ajudando a melhorar a coordenação motora, além de ser recomentada para pessoas com problemas respiratórios, como asma e bronquite. Também é a única atividade indicada para a partir dos seis meses de idade.

Pensando nestes benefícios, o Instituto Maná do Céu para os Povos, incluiu nas atividades do projeto patrocinado pela Petrobras “Velozes do Amanhã”, a modalidade de natação desde o ano passado para as crianças e adolescentes. Anteriormente as aulas eram ministradas no período da tarde na Escola Alceu Viana, onde a ong tinha parceria. Com a necessidade de abrir outras turmas e turno, o procurador Ivan Rodrigues conseguiu construir a própria piscina na sede.

Conforme o professor de natação, Fernando Quadros (26), hoje a ong atende aproximadamente 60 crianças, e a maioria delas nunca teve a oportunidade de entrar em uma piscina. Essa forma de proporcionar a prática da natação como forma pedagógica e principalmente a questão da saúde. Para ele, a segurança também é fundamental.

ÁGUA E A IMPORTÂCIA

“O meio líquido sempre atrai as crianças. Nós viemos do líquido !. Eu como responsável pela natação na ong, privo o trabalho na parte da segurança, pois a respiração é fundamental. Muitos pais afirmam que após as aulas de natação, problemas de tinham com asma e até mesmo bronquite, praticamente desapareceram. Eu acho isso até natural, pois a natação é indicada para melhoramento da saúde em todos os sentidos”, disse o professor.

O professor Fernando salientou ainda que a natação sempre foi um esporte de elite, no entanto, a ong está dando essa oportunidade para as pessoas de baixa renda e contribuindo com seu cunho social. “As aulas ocorrem na terça e quinta-feira, e sempre alertamos as crianças que a participação efetiva nas aulas teóricas é de fundamental importância para que elas possas participar das práticas”.

Finalizando, Fernando fez questão de alertar que muitos pais devem estar atentos para a “depressão infantil” que está atingindo um percentual alto. Para ele, a prática da natação faz com que as energias se dissipem e a criança saí renovada. “É um benefício enorme que a água faz e por isso os pais devem sempre apoiar essa prática para seus filhos”.

Velozes do Amanhã é destaque em Maratoninha

Nossos atletas do projeto patrocinado pela Petrobras “Velozes do Amanhã”, foram destaques na “Maratoninha” realizada domingo (25), ocorrida no Parque Ayrton Sena, em Campo Grande. Ao todo foram seis primeiras colocações em categorias diversas. Além da premiacão de medalhas, eles ganharam como prêmio,  6 (seis) bicicletas. O evento é patrocinado pela Caixa Econômica Federal e teve a participação especial na abertura do evento, o medalhista olímpico, Vicente Lenilson. Parabéns aos nossos atletas !

3º Festival de Atletismo Velozes do Amanhã

O 3º Festival de Atletismo Velozes do Amanhã que aconteceu no último sábado (24), nas dependências do Instituto Maná do Céu atingiu todos objetivos e teve a participação especial na abertura do medalhista olímpico do revezamento 4 x 100 nas Olimpíadas de Sidney e ouro no Pan do Rio em 2007, Vicente Lenilson. Aproximadamente 300 jovens e adolescentes participaram de diversas atividades esportivas do projeto que tem o patrocinio da Petrobras.

O festival teve como objetivo principal levar ao conhecimento público de Campo Grande, resultados dos trabalhos desenvolvidos na edição do projeto e propiciar momento de confraternização, lazer e esporte para toda a família, além é claro de estimular a participação de seus atletas em outras competições, com o desafio de superarem suas marcas em provas de saltos, corridas, lançamento e arremessos.

Prova disso, que os participantes do Instituto Maná para os Povos foi um dos grandes vencedores da “Maratoninha” realizada no domingo (26), evento que foi promovido pela Caixa Econômica Federal. Mesmo os atletas terem participado um dia antes das competições no Festival de Atletismo Velozes do Amanhã, venceram em diversas categorias e receberam como premiação, além das medalhas, 6 (bicicletas), conquistadas pela primeira colocação em cada prova.

O medalhista olímpico, Vicente Lenilson disse que estava muito feliz em participar do evento do Maná, pois sabe das dificuldades que toda criança e adolescente enfrenta, principalmente quando não tem oportunidade. Disse que veio de família muito pobre no nordeste e que também como os atletas iniciantes, participou de projetos e o que deram estímulo para continuar sua caminhada esportiva.

“Quando vejo essas crianças e adolescente participando desses projetos, logo vem em minha cabeça o início da minha carreira. Eu vim de uma família bem pobre e que não tinha oportunidade. Mas comecei a participar de projetos esportivos em minha cidade, e aí gostei e continuei. Com o passar do tempo e principalmente aprimorando, meus objetivos foram alcançados e hoje sou um medalhista de renome no Brasil e que já representou muito bem nosso país lá fora”, disse Lenilson.


GRANDE FESTA

Maria de Fátina, dona de casa de 37 anos, disse que estava muito contente que seu filho estava participando das atividades esportivas realizada dentro da instituição. Acredita que é um bem para ele e também para todos os jovens que estão integrados no projeto. “Posso dizer pelo meu filho. Antes ele era um problema sério em casa e hoje sua vida transformou totalmente e sempre quando tem eventos como este, um dia antes ele já está ancioso para participar. Eu tenho que agradecer a todos do Maná do Céu”.

De acordo com a coordenadora do projeto Velozes do Amanhã, professora Ana Sena, o objetivo geral foi alcançado, pois todos os atletas dos polos participaram do evento. Para ela, a participação também dos familiares foi de fundamental importância. ”Vários pais estiveram acompanhando seus filhos, uma integração maravilhosa que sempre estamos apostando. Realmente posso dizer que foi um grande sucesso o 3º Festival de Atletismo Velozes do Amanhã, nas dependências do Instituto Maná do Céu.

Judô tem novo espaço no Maná do Céu

Em todo o período da infância a criança se expressa através do movimento. Esse desenvolvimento corporal é um dos fatores mais importantes nessa fase, pois é o meio pelo qual ela toma consciência de seu corpo e das possibilidades de expressar-se através dele.  Para isso, o Instituto Maná do Céu tem seu espaço para as crianças e adolescentes aprenderem essa arte milenar. Um novo espaço foi aberto, onde poderão agora desfrutar de todo o conhecimento com professores capacitados.

A prática do Judô tem influência sobre os aspectos motores, cognitivos e afetivos da criança, ajudando a desenvolver: coordenação motora, lateralidade, orientação espaço-temporal, equilíbrio, concentração, respeito, disciplina, paciência e amizade. As aulas são gratuitas: mais informações pelo telefone 3355-5555.

Maná do Céu promove curso para profissionais do esporte.

Acontece nesta quarta-feira (28), a partir das 8 horas, no Sesc Camillo Boni, em Campo Grande, a continuidade do curso de Capacitação para Profissionais do Esporte Educacional. O evento é promovido pelo Instituto Maná do Céu Para os Povos, através do projeto “Velozes do Amanhã”, que é patrocinado pela Petrobras.

A primeira etapa contou com a participação da ex-jogadora de vôlei da seleção brasileira, Ana Moser, acompanhada de profissionais do seu instituto. A segunda etapa, nesta quarta-feira terá a participação de Celso Arantes, especialista em Fisiologia do exercício, e coordenador técnico de atletismo do “Velozes do Amanhã”. O tema abordado por Arantes será: “Princípios e Práticas Pedagógicas do Atletismo para o Esporte Educacional”.

Na quinta-feira (29), a professora mestre e coordenadora do projeto “Velozes do Amanhã”, Ana Sena abordará o seguinte tema: Esporte e Cidadania – Diversidade Étnica e Racial na Prática Pedagógica Educacional. Todas as palestras são direcionadas para professores, educadores e gestores do esporte educacional de Mato Grosso do Sul. O Sesc Camillo Boni fica localizado na avenida Afonso Pena, 3469 – Jardim dos Estados.