Capacitação para profissionais do esporte – 2ª Edição

2ª Edição da Capacitação para Profissionais do Esporte Educacional será realizado em novembro, em Campo Grande.

O curso será oferecido gratuitamente pelo Instituto Maná do Céu para os Povos em parceria com a Petrobras, e é um desdobramento do Premio Nacional de Esporte Educacional oferecido pela Petrobras por meio do Projeto Velozes do Amanhã, que foi considerado a segunda melhor tecnologia social do esporte educacional do país.

A primeira etapa desta segunda edição acontecerá nos dias 27 e 28 de novembro de 2015, das 08 às 17 horas, na Unigran de Campo Grande, na Rua Abrão Júlio Rahe, 325, Centro e será ministrado por Rodrigo Paiva, do Instituto Esporte Educação de São Paulo. Ele é professor de educação física, mestre em psicologia e doutorando em Ciências Sociais pela PUC de São Paulo.  Rodrigo abordará sobre os princípios e estratégias para o ensino do esporte educacional.

A segunda etapa ocorrerá nos dias 18 e 19 de novembro de 2015, no mesmo endereço e horário da primeira etapa e contará com a ministração do professor de educação física Celso Arantes, especialista em fisiologia do exercício e prescrição do exercício, e abordará o tema Iniciação e práticas pedagógicas do atletismo. E também com a ministração de Ana Lúcia da Silva Sena, pedagoga, especialista em educação e mestre em Ciências Sociais pela PUC de São Paulo.

O objetivo é disseminar a tecnologia social do Projeto Velozes do Amanhã e capacitar educadores e profissionais da área do esporte educacional para uma prática pedagógica libertária, que promova e desenvolva o protagonismo, a autonomia, o cooperativismo e a liderança dos participantes, por meio da metodologia do esporte educacional.

O público alvo esperado é professores, educadores e gestores do esporte educacional de Mato Grosso do Sul.

As inscrições são gratuitas e poderão ser realizadas pela internet no site: www.manadoceu.org.br

Serão selecionadas pessoas que preferencialmente trabalhem com esporte educacional, em instituições não governamentais, tanto do interior do estado quanto da capital, representantes de comunidades indígenas, negras e quilombolas e mulheres. Para isto, o currículo dos interessados será analisado.

Outras informações poderão ser adquiridas pelo telefone 3355-5555. As vagas são limitadas.